Alimentos Nutritivos até o talo - The List Brasil

Macarrão com molho de talos? Suco de casca de abacaxi? Farinha de semente de abóbora? Pode parecer estranho, mas a nutricionista Tatiana De Vuono do Criança Bem Nutrida garante que essas receitas existem e são muito gostosas e saudáveis. 

Mas por falta de acesso às informações, por preconceito ou pela própria cultura, normalmente descartamos parte desses alimentos, sem pensar que o aproveitamento integral, pode propiciar uma maior economia doméstica e uma melhoria na qualidade da alimentação.

Só para se ter uma ideia, no momento do preparo de hortaliças e frutas há perda de aproximadamente 20 a 30 por cento, incluindo cascas, folhas e talos. Podemos aproveitar o que geralmente vai para o lixo, como o talo, a semente e a casca de frutas e vegetais. Afinal, eles são ricos em vitaminas e fibras, podendo ter até 40 vezes mais nutrientes do que a próprio alimento.

Segundo estimativas, cerca de 30% da produção mundial de alimentos também é desperdiçada devido às falhas no sistema de colheita, transporte, armazenagem e comercialização. No Brasil, por exemplo, toneladas de alimentos são jogados no lixo diariamente, o que torna esse lixo um dos mais ricos do mundo. 

Só que é preciso ter cuidado antes de começar a usar as partes que seriam jogados no lixo. A recomendação é caprichar na higienização, já que certas áreas tendem a ficar mais expostas aos agrotóxicos. Essa preocupação é menor quando os alimentos são provenientes de uma agricultura orgânicos.

O que podemos usar na cozinha, afinal?

Sementes: apesar de pequeninas, elas concentram elementos de peso. As sementes do maracujá e abóbora, por exemplo além de serem ricos em vitaminas e minerais, contém ômegas 3 e 6, ambos são essenciais para as funções cerebrais e a transmissão de impulsos nervosos.

Talos e folhas: vale a pena aproveitar os talos e folhas de alcachofra, brócolis, espinafre, couve-flor, beterraba, cenoura. Quem iria imaginar que a folha de beterraba é rica em vitaminas como A e C, Ferro e Cálcio. E a folha da couve-flor é a parte nobre do legume sendo rica em ferro e outros nutrientes. O talo do agrião é rico em vitamina C. Talo da salsinha é rico em vitamina C, ferro, potássio, cálcio e fósforo. Folha de cenoura é rica em vitamina A.

Cascas:Aproveite as cascas de frutas e tubérculos.  Um bom exemplo disso é a casca da laranja, que tem 40 vezes mais cálcio do que sua polpa.  Casca do mamão é rica em betacaroteno, proteínas, potássio, fósforo, vitamina C. Casca do melão contém quase 6 vezes mais cálcio e fósforo que a polpa da fruta.  Casca da banana é rica em vitamina A e C.

Onde comprar alimentos orgânicos?

A Boa Terra produz e comercializa de forma orgânica frutas, legumes e verduras. Há também produtos de mercearia e de primeira necessidade como arroz, feijão, café e azeite; e variedades, incluindo carnes, ovos e laticínios. E tem mais: as cestas são entregues na modalidade delivery quando encomendadas pelo site.  O cliente ainda pode personalizar ou escolher a sugestão do sítio (R$ 32 a R$ 115) – assinaturas semanais custam de R$ 50 a R$ 163 reais. As encomendas podem ser feitas diretamente no site (www.aboaterra.com.br/). No Instagram,o cliente pode matar a curiosidade de como é a rotina de produção orgânica.