Inovação e tecnologia inspiram projeto arquitetônico do ROC -SEGS

Assinado pela HS Arquitetura e incorporado pela Imobcon, o empreendimento, no coração do Vale do Pinhão, tem previsão de entrega para 2023

Modernidade, contemporaneidade, conexão, tecnologia, inovação e cidades inteligentes. Todos esses insights fizeram parte da lista de desejos da Imobcon, que deram o norte para os arquitetos Maicon Rodolfo Hamm e Ricardo Targa Stramandinoli, da HS Arquitetura e Consultoria, criarem o projeto arquitetônico do ROC, empreendimento de apartamentos compactos no coração de um dos pontos de maior transformação cultural de Curitiba: o Vale do Pinhão. Com previsão de entrega para 2023, o empreendimento será incorporado e construído Imobcon e sua operação pós-ocupação será administrada pela Housi - empresa referência no Brasil em moradias por assinatura.

“Unimos a identidade industrial do bairro Rebouças com o lado provocativo e moderno das startups. Para isso, já na fachada, trouxemos um movimento com paredes em tijolos aparentes desalinhados que dão um toque urbano para o projeto, além de aplicarmos cores fortes, finalizando a parte externa com essa característica de inovação imposta pelo Vale do Pinhão”, explica o arquiteto Maicon Rodolfo Hamm.

A fachada do empreendimento será uma surpresa, um presente para cidade de Curitiba. “Já no projeto, deixamos a fachada frontal como uma tela em branco para arte urbana. Apenas na entrega do empreendimento os curitibanos poderão ver o que está por vir”, adianta o arquiteto Ricardo Targa Stramandinoli.

O espaço interno possui o conceito de co-living: ambientes de convivência para uso colaborativo, com o intuito de atender tanto moradores, locatários, quanto o público externo. São mais de 20 áreas de lazer, desde uma sala de reuniões fechada, lavanderia feita em parceria com a OMO, espaço pet, academia, entre outros. Todo o conceito, branding e definição do mobiliário foi desenvolvido em conjunto com a Elephant Skin, empresa norte-americana especializada em “Real Estate Creative”, e a Imobcon - tudo projetado para agregar valor ao bairro e dar vida à região.

Um restaurante, aberto ao público durante o dia todo, e um bar no rooftop, prometem ser o ponto de encontro da galera cult e antenada da capital paranaense. “Pensamos o projeto interno em conceito aberto, justamente para promover integração e encontros entre as pessoas”, afirma Stramandinoli.

No subsolo, bicicletas, carros elétricos e patinetes para locação promovem mobilidade para os moradores. “Tudo está sendo projetado para ser sustentável, além de funcional”, diz o arquiteto.

https://www.segs.com.br/demais/313537-inovacao-e-tecnologia-inspiram-projeto-arquitetonico-do-roc